04 novembro, 2009

Eternidade




Já chorei muito nessa vida. As vezes tenho a sensação de que choro muito por motivos corriqueiros e pouco por motivos notáveis. Isso faz com que me emocione com uma borboleta azul, mas permaneça quase inabalável em um velório. A verdade é que chorar me faz bem, quase sempre. Alivia o cansaço, dissipa um pouco a dor, externaliza minha alegria.

Quero falar aqui do meu último chôro. Sentada no carro enquanto o Marquinhos dirigia fiquei calada, o que é raro. Eu sentia naquele momento um misto de dor, saudade e alegria... não pude me conter. As lágrimas desciam pelo rosto e eu não sabia se as continha ou se me permitia aquele momento de chôro tão sincero.

Eu havia acabado de sair da casa da Tia Ruth, uma casa que me abrigou nos meus melhores e piores momentos em Caratinga. Lá fui acolhida (e esta palavra resume bem o que vivi ali) como filha e como irmã. Estávamos ali pra um encontro, que pra mim era como um evento - eencontrar minha família adotiva e minhas melhores amigas!

Durou pouco tempo, afinal, eu passaria ali uma eternidade. Por vezes sentia tudo aquilo intensamente, por vezes, me sentia expectadora de um presente que já não é mais tão presente.

E então, precisei me despedir. Dizer "até logo" (que não é tão logo assim) a pessoas que tanto amo. Foi aí que entrei no carro, que veio o silêncio e finalmente as lágrimas. Lágrimas significativas que não me deixam esquecer o quanto amo cada um desses amigos.

O carro não parou, nós não podíamos parar ou voltar... essa é a metáfora da vida, ela continua. Mas tenho comigo mesma um compomisso: vou perseverar para que meus poucos, mas sinceros, laços de amizade permaneçam. No que depender de mim, isso sim durará uma eternidade.

Nota:

Os amigos:
Camila - a irmanzona! ouvido, colo e apoio incondicional para todos os meus desabafos;
Flaviane - diversão garantida! autora das minhas piadas preferidas;
Juliana - nossa manhosa preferida! companhia indispensável;
Micheli - nunca vai! mas sempre está lá...a gente não consegue esquecer dela;
Tamara - meu lado B! 24 horas de convívio podem acabar com uma amizade, no nosso caso... fez ficar eterna.

*Tia Ruth - QUERIDA!!! Como é querida...
*Humberto - o irmão chato! Vive tentando me fazer acreditar que não gosta de mim. Mas eu nunca acredito!

PS: Chorei de novo ao escrever...

8 comentários:

Micheli disse...

Ai amiga, tambem não pude me conter ao ler suas palavras, é automático elas vão direto ao meu coração e as lagrimas são incontroláveis... vc sabe que vc sempre escreve tudo o que eu penso, mas não que consigo escrever... Sei que estou em falta com vcs... eu sou assim mesmo mas vcs sabem que eu amo muito vcs né!! Vcs me fazem muuuuita falta, foi em um dos momentos mais dificeis da minha vida, que vcs fizeram a diferença... Tinha entrado na faculdade num mundo novo, cheio de opções - boas e ruins- sem uma referencia, pois minha mãe não tava por perto. E vcs apareceram na minha vida e fizeram uma diferença enorme! Vcs são especiais pra mim... E não se esqueçam que eu amo muito vcs!!

. disse...

quando a amizade nos encontra assim, acredito que seja uma manifestação profunda da graça de Deus. Muito contrita a sua afirmativa "No que depender de mim, isso sim durará uma eternidade." quero afirmar o mesmo.

Juliana disse...

E eu ao ler amiga...

Amo vcs

saudades...

Anônimo disse...

"... mas há amigo mais chegado que irmão"

Chorei... e chorei novamente quando li pra minha mãe.. ela precisou terminar de ler pq eu nao parava de chorar.. rs!
Agradeço a Deus por nossa amizade que é tão bonita e sincera, o que é raro em nossos dias. Amo cada uma de vcs como irmãs mesmo, e me sinto realizada com cada realização de vcs!!! Por isso Ivny, disse que foi mto bom vc ter se casado.. rs! todas sonhamos com isso... e vc foi a primeira a dar esse graaande passo. E que linda sua casinha... adorei ver as fotinhas e quero mto e visitar vcs! Que o Senhor abençoe mto seu lar amiga... que vcs sejam mto felizes e que o Marquinhos deixe vc passar um tempo maior com a gente da próxima vez... pq, pode ser sincera amiga.. pode desabafar comigo... vc chorou mesmo foi de raiva do Marquinho por nao deixar vc ficar mais com a gente... Maridos só servem pra isso mesmo... rs! Brincadeira.. Marquinhos é um amor! acho que já escrevi demais... Bjinhos amigas! Amo vcs!

Ivny disse...

Viu? E tá a Flaviane fazendo piadinha.... não falei?
hehehehehe

lucas rolim menezes disse...

Bonito... o choro, a simplicidade e a amizade. Todas elas profundas e sinceras. Identifico-me e anseio por valorizá-las mais.
Abraços, querida.

Camila disse...

Com tudo isso aprendo o quão importante é viver cada momento com toda intensidade. De tudo, o mais maravilhoso, é saber que mesmo que o tempo não volte, o que vivemos foi em cada segundo marcante. Cada risada e cada lágrima compartilhada foi resultado e manifestação da graça, amor e cuidado de Deus, Ele realmente de nós cuida através dos amigos.
Encontrar todas lá em casa, foi uma mistura de que bom! e ao mesmo tempo, que estranho! rs passou, cada um segue seu rumo, seu ritmo, mas fica a certeza de que foi muito bom e de que continuará pela eternidade sendo muito bom, porque na caminhada brotaram amizades sinceras, que fizeram, fazem e farão diferença, e muita!!!
Amo vocês.

Camila disse...

Amiga.
depois de quase um ano revi a foto.
Deu frio na barriga rs
Reli o texto
Deu saudade
Deu lágrimas nos olhos